quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Ser livre é uma questão de escolha!


Marcos 10.17 a 27: “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe.

Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades. Então, Jesus, olhando ao redor, disse aos seus discípulos: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas!

Os discípulos estranharam estas palavras; mas Jesus insistiu em dizer-lhes: Filhos, quão difícil é [para os que confiam nas riquezas] entrar no reino de Deus! É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. Eles ficaram sobremodo maravilhados, dizendo entre si: Então, quem pode ser salvo? Jesus, porém, fitando neles o olhar, disse: Para os homens é impossível; contudo, não para Deus, porque para Deus tudo é possível.”

Queridos, eu estava meditando nesta Palavra, e gostaria de repartir rapidamente alguns princípios com vocês.

As atitudes daquele moço eram mentirosas, eram hipócritas, porque ele era um religioso. Suas práticas eram contraditórias aos seus discursos. Ele observava todos os mandamentos, mas não amava o próximo.

Ao se aproximar de Jesus, ele estava esperando ser prestigiado. Para aquele jovem rico, andar com Jesus, ser íntimo de Jesus, era mais uma questão de status, do que ter experiências fortes com Deus. Então, ele vem com aquele discurso: “Jesus, o que eu preciso fazer para Te seguir? Eu quero Te seguir!”.

Na verdade, aquele jovem não estava preparado para andar com Jesus. Para seguir a Cristo era necessário:

Em primeiro lugar: pagar um preço.

Ele precisava “nascer de novo”. Nascimento gera dores. Jesus tinha uma nova jornada para aquele jovem. Mas ele já estava satisfeito com sua vida.

João 3: 6 “O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito.”

Tome cuidado! Porque, muitas vezes, você tem um discurso, mas, no fundo, você está conformado em viver cheio de deformações. Da sua boca, sai: “Eu quero ser transformado!”, mas, do seu coração, sai: “Eu não preciso ser transformado. Deixe tudo como está!”. Isso se chama arrogância.

Aquele moço era prepotente: “Eu sou rico, milionário! Por que eu vou abrir mão de tudo o que eu tenho para encarar essa jornada?”.

O coração dele não estava em Jesus, mas nas riquezas. Ele não percebeu que Jesus foi assertivo e queria libertá-lo daquilo que o prendia.

Há determinadas áreas de sua vida, que você precisa pagar um preço pela libertação.

A amarração daquele jovem eram os seus bens. Qual é a sua amarração? O que tem te impedido de ter uma vida plena com Cristo? Deixe essas amarrações para trás! Siga aquele que pode te libertar!

Em segundo lugar: tomar uma decisão

Aquele jovem tomou a pior decisão de sua vida. É uma decisão que, infelizmente, muita gente toma!

Ele se sentiu contrariado: “Como assim? Eu vou dar tudo o que tenho aos pobres? De jeito nenhum!”.

A contrariedade dele foi a demonstração de sua dependência. Ele não dependia de Deus, mas de suas riquezas.

Jesus estava provando o coração daquele jovem. É claro que Jesus não queria o dinheiro dele, muito menos os bens. Jesus queria que ele fosse liberto!

É exatamente isso que eu quero te ministrar! Existem áreas que você precisa de libertação. Você precisa tomar uma decisão: abrir mão de determinadas situações para ser livre, ou viver como um escravo.

Naquele momento em que Jesus contrariou aquele jovem, tudo mudou. De repente, ele não tinha mais vontade de segui-Lo.

Jesus disse que é difícil um rico entrar no Reino dos Céus, mas Ele não estava se referindo só às riquezas materiais, mas àquilo que a gente prioriza. Afinal, onde está o nosso tesouro também estará o nosso coração. 

Você dá importância às baladas, à prostituição, à loucura, às drogas, à sujeira... É nisso que está o seu coração?

Hoje, o Espírito Santo está te dizendo: “Tome a decisão certa!”. Qual é a decisão certa? Faça o que Jesus determinou! Abandone todas as suas riquezas, abandone os valores que estão te escravizando, abandone as drogas, abandone o vício, abandone os relacionamentos errados, abandone a promiscuidade, abandone a traição... Depois de abandonar tudo o que te deformava, siga Jesus Cristo.

Imagine como teria sido a realidade daquele jovem se ele tivesse tomado a decisão correta! Ele teria uma vida abundante e receberia o privilégio de ser um discípulo de Jesus, uma posição que dinheiro nenhum compra!

Eu quero terminar a Palavra do Dia falando com você que tem tomado decisões erradas! Se você abandonou os caminhos do Senhor e embarcou em uma vida sem propósitos, volte! Jesus te chama para a liberdade! Ele tem pra você a salvação eterna!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.