quinta-feira, 22 de março de 2018

Conselho do Apóstolo: Como lidar com filhos rebeldes?


Todos os dias, Apóstolo Estevam Hernandes tira as dúvidas dos ouvintes e telespectadores durante o programa “Renascer em Revista”, da Rede Gospel de TV e de Rádio.

Confira, a seguir, os conselhos que ele deixou para a Ester:

Dúvida: Tenho muitos problemas em educar meu filho. Ele é muito agressivo, não me obedece. Eu já tentei e tudo. Nunca cheguei a bater nele, porque, durante a infância, eu apanhei muito. E eu não quero tratar o meu filho como eu sempre fui tratada. Só que eu não vejo mais outra saída para corrigi-lo. O que eu faço?

Conselho do Apóstolo: No Salmo 123, está escrito que os nossos filhos são herança bendita.

Obviamente que, com o desenvolvimento tecnológico, há uma série de atrativos, aplicativos e sites, que acabam deixando os jovens mais isoladamente entretidos, e isso tem prejudicado os relacionamentos familiares, porque não há equilíbrio. 

As pessoas podem até estar no mesmo ambiente, mas cada uma está conectada ao seu próprio mundo virtual.

Os pais, então, deixam de ensinar os princípios que são essenciais para o desenvolvimento dos seus filhos, porque estão sempre ocupados com outras questões.

Você precisa resgatar este laço e ensinar ao seu filho, com amor, os valores bíblicos.

Por exemplo, em Êxodo 20, está escrito: “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra!”. Este é o único mandamento bíblico com promessas.

Em relação a esta situação conflitante, o  primeiro conselho que eu tenho para você, Ester, e para todos os pais é: Não irriteis os vossos filhos!

Às vezes, em vez de sermos amigos dos nossos filhos, somos implicantes, chatos... Só sabemos impor, criticar... Queridos, não confundam autoridade com autoritarismo!

Você precisa se aproximar mais do seu filho e entender quais sãos suas dificuldades, seus complexos, seus conflitos, seus medos.... E vencer tudo isso. Como? Com dialogo! Não podemos esquecer de que o amor cobre multidão de pecados e que a palavra branda desvia o furor!

O segundo conselho é: Estabeleça limites!

Você não precisa bater no seu filho, mas precisa estabelecer limites! Limites que deverão ser colocados com autoridade. E esta autoridade só é eficaz quando há credibilidade! Seja um exemplo! Este é o meu terceiro conselho.

Com autoridade, dialogo e muita paciência, principalmente na adolescência, você vai instrui-lo!

Agora, se o problema persistir e a rebeldia for incontrolável, procure uma ajuda profissional. Talvez, uma ajuda psicológica. Talvez, em uma terapia, ele consiga lidar melhor com seus conflitos interiores. Mas, de maneira nenhuma, desista do seu filho e não recorra à agressão, porque elas podem deixar marcas profundas e criar um abismo entre vocês. 

Clique aqui e confira o vídeo da resposta completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.