terça-feira, 12 de setembro de 2017

O deserto não é o seu funeral, mas a passagem para um novo tempo!


1 Coríntios 10.1 a 13: “Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, tendo sido todos batizados, assim na nuvem como no mar, com respeito a Moisés. Todos eles comeram de um só manjar espiritual e beberam da mesma fonte espiritual; porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia. E a pedra era Cristo.

Entretanto, Deus não se agradou da maioria deles, razão por que ficaram prostrados no deserto. Ora, estas coisas se tornaram exemplos para nós, a fim de que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram. Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; porquanto está escrito: O povo assentou-se para comer e beber e levantou-se para divertir-se. E não pratiquemos imoralidade, como alguns deles o fizeram, e caíram, num só dia, vinte e três mil.

Não ponhamos o Senhor à prova, como alguns deles já fizeram e pereceram pelas mordeduras das serpentes. Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador. Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado.

Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia. Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.”

Paulo fala para nós não ignorarmos o que aconteceu com o povo de Deus no deserto. Mesmo recebendo poderosos livramentos, eles, lamentavelmente, não alcançaram a promessa.

Hoje, infelizmente, há muitas pessoas que estão morrendo no meio do caminho. Há pessoas que tinham um plano vitorioso, mas, por causa das lutas, caíram.

Aquele povo foi liberto do Egito, onde foram escravos por mais de 400 anos. Deus tinha levantado Moisés para libertá-los.

O caminho em direção à Terra Prometida levaria no máximo 30 dias, mas aquela jornada durou 40 anos, ou seja, toda aquela geração que saiu do Egito pereceu no deserto.

Este é o plano de satanás: matar aqueles que Deus tirou do cativeiro!

O Senhor tem um plano glorioso para cada um de nós, mas, para vivê-lo, precisamos orar e vigiar! O inimigo não quer que cheguemos à terra prometida.

Aquele povo serve de exemplo para nós. Se a gente agir diferente, não teremos o fim que eles tiveram.

Hoje, eu gostaria de destacar algumas atitudes e princípios que são fundamentais para sairmos do deserto de maneira vitoriosa:

1- SER BATIZADO COM MILAGRES E ATRAVESSAR O MAR VERMELHO

Êxodo 14.13 a 21: “Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do SENHOR que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis. Disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.

E tu, levanta o teu bordão, estende a mão sobre o mar e divide-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco. Eis que endurecerei o coração dos egípcios, para que vos sigam e entrem nele; serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, nos seus carros e nos seus cavalarianos; e os egípcios saberão que eu sou o SENHOR, quando for glorificado em Faraó, nos seus carros e nos seus cavalarianos.

Então, o Anjo de Deus, que ia adiante do exército de Israel, se retirou e passou para trás deles; também a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se pôs atrás deles, e ia entre o campo dos egípcios e o campo de Israel; a nuvem era escuridade para aqueles e para este esclarecia a noite; de maneira que, em toda a noite, este e aqueles não puderam aproximar-se. Então, Moisés estendeu a mão sobre o mar, e o SENHOR, por um forte vento oriental que soprou toda aquela noite, fez retirar-se o mar, que se tornou terra seca, e as águas foram divididas.”

O deserto não é o seu sepulcro, não é o sepulcro dos teus sonhos, da sua vida profissional, de sua vida espiritual, mas será o local onde a glória de Deus se manifestará.

2- ANDAR DEBAIXO DA NUVEM

Êxodo 13. 21 e 22: “O SENHOR ia adiante deles, durante o dia, numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho; durante a noite, numa coluna de fogo, para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite. Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite.”

Aquela nuvem protegia o povo no deserto. Hoje, a nossa nuvem é a Igreja de Jesus Cristo, contra a qual o inferno não prevalece.

3- BEBER DA ROCHA, QUE É JESUS CRISTO (ÊXODO 17: 6 E 7)

Êxodo 17.6 a 7: “Eis que estarei ali diante de ti sobre a rocha em Horebe; ferirás a rocha, e dela sairá água, e o povo beberá. Moisés assim o fez na presença dos anciãos de Israel. E chamou o nome daquele lugar Massá e Meribá, por causa da contenda dos filhos de Israel e porque tentaram ao SENHOR, dizendo: Está o SENHOR no meio de nós ou não?”

Para finalizar este estudo tão profundo, gostaria de enfatizar alguns conselhos que Paulo nos deixa:

1º SEJA OBIEDIENTE AO SENHOR

Muitas vezes, você tem feito a tua vontade, sem ao menos se importar com a vontade de Deus.

2º NÃO MURMURE 

Isaías 53.6 a 7: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos. Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.”

1 Coríntios 10.10: “Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador.”

Habacuque 3.17 e 18: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação.”

Por causa da murmuração e da ingratidão, aquele povo perdeu o milagre.

3º NÃO SE PRECIPITE, PRINCIPALMENTE NA HORA DA AFLIÇÃO E DA PRESSÃO

1 Coríntios 10.13: “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.”

Provérbios 19.2: “Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado.”


Confie no Senhor, fique firme! Este deserto não será o seu funeral, mas a passagem para um novo tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.