terça-feira, 26 de março de 2019

Josué, um homem de atitude!



Josué 1.6 a 9: “Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. 

Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.”. 

Existem muitas intranquilidades que tomam conta dos nossos corações. A questão é: Como vencê-las? 

Como transformar convicções e discursos em atitudes? Esse é um dos maiores desafios entre os cristãos. 

Através da vida de Josué e das experiências que ele teve com o Senhor, podemos identificar a solução para essas questões. Hoje, eu gostaria de citar algumas: 

Em primeiro lugar, entender que o Senhor também se relaciona conosco através da promessa, e que Ele não falha! 

Todos nós temos uma promessa. Mas precisamos entender que a concretização dela depende, e muito, de nossas atitudes. Depende da nossa fé e da nossa postura diante das dificuldades.

Isaías 55. 10 e 11: “Como a chuva e a neve descem dos céus e não retornam para eles sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, a fim de que ela produza sementes para o semeador e pão para os que dele se alimentam, assim também acontece com a Palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas realizará toda a obra que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.”. 

Nós, muitas vezes, literalmente, empacamos no meio do caminho da nossa promessa. Por quê? Porque deixamos a dúvida tomar conta de nossas vidas e, consequentemente, bloqueamos qualquer possibilidade de que ela será realizada.   

Deus disse para Josué: “Seja forte e corajoso porque é você quem vai levar o povo a herdar a terra que eu prometi que entregaria para eles.”. 

Então, não fique esperando que Deus ou que outras pessoas façam sua parte. Não tropece mais nos seus impossíveis, não perca mais tempo. Se você não se limitasse tanto, já estaria em outro patamar espiritual.    

Ser forte e ser corajoso são os ingredientes fundamentais pra que a promessa se cumpra. 

Em segundo lugar, não desanimar, porque o Senhor está te capacitando para que você supere todas as suas limitações e não seja roubado no meio da caminhada. 

Gálatas 6.7 e 9: “Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”. 

Pare e pense! Quantos projetos inacabados você pode contabilizar na sua vida?

Quantas situações e oportunidades passaram e você pensou: Poxa, eu poderia ter feito, mas não fiz? 

Sabe, querido, aquela oportunidade que você perdeu não volta mais. Poderão vir outras, mas aquela não! Com certeza, outra pessoa se levantou para realizá-la. Então, esteja preparado para as que virão e não desanime! 

Se está demorando muito, persevere! Se, aos olhos humanos, não há mais perspectivas, persevere! Renove-se na esperança! 

Salmos 119.116: “Ampara-me, segundo a tua promessa, para que eu viva; não permitas que a minha esperança me envergonhe.”. 

Em terceiro lugar, mova-se! Caminhe em direção à conquista. 

Muitas vezes, deixamos a passividade nos dominar. Essa passividade pode ser fruto de uma formação errada ou, até mesmo, da religiosidade, porque cruzamos os braços e queremos que tudo aconteça em um piscar de olhos. Muitas pessoas, erroneamente, acham que elas podem ficar só orando, e que Deus fará todo o resto. 

O Senhor disse para Josué: “Mova-se! Faça as coisas acontecerem, porque Eu sou contigo. Eu estou te enviando. Então, seja forte e corajoso!”. 

O Senhor também disse ainda: “...para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.”.  Se Josué ficasse parado, nada iria acontecer. Ele tinha que seguir em frente! Manter o foco e caminhar! 

Então, mova-se, não seja mais roubado em suas motivações, porque o Senhor é contigo, e a vitória já esta ordenada! 

quinta-feira, 21 de março de 2019

O Homem Carnal x O Homem Espiritual


Se Jesus voltasse agora, como Ele encontraria o seu coração? Todo mundo fala que serão arrebatados. Mas a maioria das pessoas que me falou isso, hoje, esta caída na fé. Elas não esperam, verdadeiramente, a volta de Cristo. No Dia do Senhor, Ele vai separar o joio do trigo. Cuidado para você não perder a oportunidade que Deus está te dando de ser trigo. O apóstolo Paulo falou aos colossenses: ‘Aproveitem a oportunidade!’.

O apóstolo Paulo fala que a carne guerreia contra o espírito. Jesus veio à terra para vencer a carne. As obras da carne são fruto do pecado.

1 Coríntios 15.45 a 49: “Pois assim está escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito alma vivente. O último Adão, porém, é espírito vivificante. Mas não é primeiro o espiritual, e sim o natural; depois, o espiritual. O primeiro homem, formado da terra, é terreno; o segundo homem é do céu.

Como foi o primeiro homem, o terreno, tais são também os demais homens terrenos; e, como é o homem celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do que é terreno, devemos trazer também a imagem do celestial.”

O homem carnal é o primeiro Adão, mas o renascido em Cristo é o espiritual.
  
Paulo fala que quem anda no espírito não tem necessidade de satisfazer as concupiscências da carne.

O primeiro Adão é uma referência àquele que pratica as obras da carne, ou seja, é aquele que é dominado por seus impulsos. Já o segundo Adão, ou seja, o espiritual, é Jesus Cristo!

Em João 3, está escrito: ‘O que é nascido da carne é carne; mas o que nasce do Espírito é espírito!’. Todos nós temos o direito de ter uma vida no espírito.

Quando o meu novo nascimento passa a ser o meu estilo de vida, eu passo a caminhar de forma diferente. No nascimento carnal, nascemos pecando. Mas, em Cristo, temos o nascimento espiritual. Hoje, você vai perder sua identidade com o Adão carnal para crescer debaixo da identidade espiritual, ou seja, praticando o fruto o espírito!

Em 2 Timóteo 3, Paulo tem uma revelação sobre os últimos tempos. Ele cita 19 características que são peculiares à personalidade do ser humano e totalmente destrutivas. Ele afirmou: ‘Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.’. Apesar de este texto ter sido escrito há mais de dois mil anos, este é o perfil do homem do século 21. É contra isso que nós temos que lutar.

Gálatas 2.20: “...logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.”

Nós adquirimos uma personalidade deformada quando nos tornamos permissivos. Deus tem reservado para você uma aliança superior. E ela passa exatamente pela mortificação da sua carne. Hoje, você vai crucificar o teu corpo carnal e tomar uma posição que te transforme, definitivamente, em um homem de Deus. Hoje, inicia uma nova jornada na sua vida!

A obra de limpeza só começa quando eu tenho uma identificação com Jesus Cristo. Hoje, você vai guerrear pela sua libertação e passará a ser identificado como um homem espiritual. Este será o seu estilo de vida.

Tito 1.6 a 9: “... alguém que seja irrepreensível, marido de uma só mulher, que tenha filhos crentes que não são acusados de dissolução, nem são insubordinados. Porque é indispensável que o bispo seja irrepreensível como despenseiro de Deus, não arrogante, não irascível, não dado ao vinho, nem violento, nem cobiçoso de torpe ganância; antes, hospitaleiro, amigo do bem, sóbrio, justo, piedoso, que tenha domínio de si, apegado à palavra fiel, que é segundo a doutrina, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem.”

O homem espiritual é irrepreensível, marido de uma só mulher, tem filhos crentes que não são acusados de dissolução, nem é insubordinado, é irrepreensível como despenseiro de Deus, não é arrogante, não é irascível, não é dado ao vinho, não é violento, não é cobiçoso de torpe ganância; antes, hospitaleiro, é amigo do bem, sóbrio, justo, piedoso, tem domínio de si, é apegado à palavra fiel, que é segundo a doutrina, de modo que tem poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem. Essas são as características que nós temos que buscar. Busque ser um homem segundo o coração de Deus.

Você vai se despir do homem carnal e será revestido do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade. A partir de hoje, você caminhará como um novo homem.

Efésios 4.17 a 24: “Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza.

Mas não foi assim que aprendestes a Cristo, se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus, no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.”

Para finalizar, eu quero citar duas características essenciais para nos tornarmos homens espirituais:

1º) Ser cheio do Espírito Santo

Efésios 5.18 a 21: “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.”

2º) Ser um homem de aliança

Gênesis 17.1 a 8: “Quando atingiu Abrão a idade de noventa e nove anos, apareceu-lhe o SENHOR e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. Farei uma aliança entre mim e ti e te multiplicarei extraordinariamente. Prostrou-se Abrão, rosto em terra, e Deus lhe falou: Quanto a mim, será contigo a minha aliança; serás pai de numerosas nações.

Abrão já não será o teu nome, e sim Abraão; porque por pai de numerosas nações te constituí. Far-te-ei fecundo extraordinariamente, de ti farei nações, e reis procederão de ti. Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência no decurso das suas gerações, aliança perpétua, para ser o teu Deus e da tua descendência.

Dar-te-ei e à tua descendência a terra das tuas peregrinações, toda a terra de Canaã, em possessão perpétua, e serei o seu Deus.”


segunda-feira, 11 de março de 2019

Como estimular a criatividade em tempos de crise



1 Samuel 21.10 a 15: “Levantou-se Davi, naquele dia, e fugiu de diante de Saul, e foi a Aquis, rei de Gate. Porém os servos de Aquis lhe disseram: Este não é Davi, o rei da sua terra? Não é a este que se cantava nas danças, dizendo: Saul feriu os seus milhares, porém Davi, os seus dez milhares? Davi guardou estas palavras, considerando-as consigo mesmo, e teve muito medo de Aquis, rei de Gate.

Pelo que se contrafez diante deles, em cujas mãos se fingia doido, esgravatava nos postigos das portas e deixava correr saliva pela barba. Então, disse Aquis aos seus servos: Bem vedes que este homem está louco; por que mo trouxestes a mim? Faltam-me a mim doidos, para que trouxésseis este para fazer doidices diante de mim? Há de entrar este na minha casa?”

Inovar é um grande desafio, principalmente em momentos de crise ou quando estamos trabalhando na mesma empresa há anos.  É muito comum nos acomodarmos ou desfalecermos! Mas precisamos ter consciência de que podemos ir além. Você pode, sim, muito mais do que tem feito. Você pode criar oportunidades, em vez de simplesmente esperar que elas aconteçam.

Davi era um homem excepcional. Ele construiu uma jornada impressionante de conquistas e vitórias. De um simples pastor de ovelhas, tornou-se um respeitado e temido guerreiro. E, obviamente, sua ascensão começou a incomodar algumas pessoas.

Um dos obstáculos enfrentados por pessoas de sucesso é a inveja! As vitórias de Davi geraram este sentimento em Saul, que, em vez de torná-lo um grande aliado ou de escolher o caminho da evolução, persegui-o covardemente para matá-lo. Saul era um adversário antiético!

Davi ia de cidade em cidade, para fugir da ira de seu inimigo opressor e acabou se refugiando em Gate, uma região dominada por filisteus – povo que temia Saul. Davi, obviamente, estava disfarçado, mas alguém o reconheceu e o denunciou para Aquis, rei daquela cidade.

Em vez de enxergar em Davi um aliado em potencial, Aquis pensou que ele era um espião de Saul.

Diante da eminência de uma demissão, de uma falência, do rompimento de uma sociedade, não tem jeito: precisamos encontrar uma alternativa! Precisamos da famosa luz no fim do túnel! E essa luz é a criatividade!

Diante daquela crise, Davi teve uma ideia genial: para preservar sua vida, fez-se de louco, confundido todos daquele reinado.

1 Coríntios 3.18: “Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.”

Existem muitos gênios que foram considerados loucos porque foram ousados!

Uma das características de Deus é criatividade! Basta contemplarmos a natureza. No mundo, existem mais de sete bilhões de pessoas, mas nenhuma é igual a outra!

Romanos 8.17:  “Se nós somos filhos, logo somos também herdeiros de Deus e coerdeiros de Cristo”

Se somos filhos d’Ele, com certeza, herdamos esta capacidade! Estimulá-la ou enterrá-la é uma questão de escolha.

Em vez de encararmos as situações como o fim da linha, precisamos ter consciência de que a necessidade é a matéria prima da criatividade!

E como desenvolver este dom?

1- Não se contentando com a média


A vida é diferente de uma piscina olímpica. Enquanto você ficar na “baliza”, você sempre será uma pessoa limitada!

Gálatas 5.1: “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.”

Para ser livre, você precisa romper com todas as crenças limitantes.

2- Virando o disco!


Isaías 43.19: “Eis que faço uma coisa nova; agora está saindo à luz; porventura não a percebeis? eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo.”

A rotina é fundamental, quando o assunto é disciplina. Mas não podemos cair no ativismo! Não podemos sempre “fazer mais do mesmo”. Precisamos nos libertar de todo o tipo de aversão às mudanças.

Quem não sabe se reinventar e se renovar sempre ficará para trás!

Por isso, em vez de se comparar com os outros e se acomodar, busque ser o seu melhor a cada dia!

É tempo de sair do lugar-comum! É tempo de sair da zona de conforto. Não se contente com a média!

Atos 17.22 e 23: “Então, Paulo, levantando-se no meio do Areópago, disse: Senhores atenienses! Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos; porque, passando e observando os objetos de vosso culto, encontrei também um altar no qual está inscrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Pois esse que adorais sem conhecer é precisamente aquele que eu vos anuncio.”

Paulo ganhou todos por mostra algo novo: “O Deus Desconhecido”. Ele despertou a curiosidade deles! Ele mostrou aos atenienses que existia outro caminho.

3- Ache um cesto para driblar os problemas


2 Coríntios 11.32 e 33: “Em Damasco, o governador da cidade, sob a autoridade do rei Aretas, vigiava a cidade dos damascenos com o firme propósito de prender-me. Todavia, através de uma janela, desceram-me muralha abaixo dentro de um cesto. E assim, fui livrado das mãos dele. O espinho na carne e a glória.”

Paulo estava em sua missão de levar a mensagem do evangelho. Mas isso incomodava alguns poderosos da terra, como foi o caso do governador de Damasco, que pediu sua prisão.

A cidade estava completamente cercada por uma muralha. Para sair daquela situação de extrema pressão, em vez de se entregar ao desespero, Paulo foi criativo: desceu do muro dentro de um cesto.

Antes de desfalecer diante das dificuldades, lembre-se de que a necessidade ativa a criatividade, e a criatividade abre caminhos!

Serviço:
Prosperity Coaching
Data: às segundas-feiras
Horário: 20 horas
Local: Todas as Igrejas Renascer em Cristo
Endereço da sede internacional: Rua Dr. Almeida Lima, 1.290 – Mooca


Redação iGospel

sexta-feira, 8 de março de 2019

Jesus e a mulher siro-fenícia



Mateus 15.24 a 30: “Partindo Jesus dali, retirou-se para os lados de Tiro e Sidom. E eis que uma mulher cananeia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada. 

Ele, porém, não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, aproximando-se, rogaram-lhe: Despede-a, pois vem clamando atrás de nós. Mas Jesus respondeu: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. 

Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me! Então, ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã.”

Queridos, quando nós conseguimos mover o coração do Senhor Jesus em nossa direção, não há limites para o nosso milagre. É o que esta história nos mostra.  

Quando Jesus chega à região de Tiro e Sidom, aquela mulher cananeia – ou siro-fenícia – vai ao encontro d'Ele em busca de uma milagre para a sua filha, que estava endemoninhada.  

Ela, simplesmente, não mediu esforços para conseguir o que queria.  

Em primeiro lugar, aquela mulher se ajoelhou na presença de Jesus e O adorou.  

Jesus, querendo provar o coração daquela mulher, não a atendeu imediatamente e disse: “Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.”. 

Em segundo lugar, ela não aceitou aquela resposta, porque sabia que existia amor em Jesus.  

Aquela mulher, com muita fé, respondeu: “Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos!”. 

Para ela, as migalhas de Jesus eram o suficiente. Jesus, então, libertou a filha daquela cananeia.  

Querido, a exemplo do que aconteceu com ela, o Senhor tem para realizar na sua vida o impossível e o improvável. Ele vai honrar a sua fé e determinação.  

Aquela mulher teve cinco atitudes que foram essenciais para que o milagre se manifestasse.  

1- A humilhação; 

2- Ela se posicionou diante da dificuldade; 

3- Ela não se intimidou; 

4- Ela argumentou por aquilo que havia no seu coração; 

5- Ela se preparou para receber o milagre.  

Que está palavra posso despertar na sua vida atitudes de fé, porque o seu milagre já está liberado, em nome de Jesus! 

quarta-feira, 6 de março de 2019

O que Deus espera de um homem de aliança?



1 Coríntios 2.14 a 16: “Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém. Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.”

O homem foi formado por Deus dentro da aliança da trindade: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança.”.

O Senhor criou o homem com objetivo de honrar o Criador e povoar a terra, formando nela um povo único e santo. Entretanto, o pecado entrou na vida do homem e o fez cair. O desprezo a Cristo e à Sua obra redentora o mantém subjugado e escravizado .

Com a queda, houve uma divisão entre:

1- O homem carnal

Gálatas 5.19 a 21: “Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.”

João 3.6: “O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito.”

2- O homem espiritual

João 3.3: “A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.”

O homem carnal é nascido no pecado. O homem espiritual é renascido em Cristo. Entender isso significa que aquele homem cheio de malignidades não pode existir mais. 

2 Coríntios 5.17: “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.”

Colossenses 3.1: “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus.”

Tiago 1.17: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança.”

O novo nascimento precisa acontecer no nível da nossa consciência! Depende de nós fazer com que a nossa natureza terrena morra! Deus não gerou o homem corrompido! O pecado trouxe corrupção ao homem. Quando renascemos em Cristo, reassumimos a posição de homens espirituais.

Se somos homens espirituais, temos que agir como homens espirituais!

João 17.14: “Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os adiou, pois eles não são do mundo, como eu também não sou”

Nós estamos no mundo, mas não somos do mundo! Nossa meta é sermos homens renascidos, ou seja, verdadeiros homens de aliança.

O que nós precisamos?

1- Vencer o domínio mental do homem natural

1 Coríntios 2.16: “Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.”

Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

2 Coríntios 10.4 e 5: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.”

Ter a mente de Cristo é o nosso desafio. 

O homem carnal só pensa em mulher, só pensa nos seus próprios interesses, só pensa em dinheiro, só pensa em se dar bem, ou seja, tem todos os valores invertidos. Ser cristão é um modo de vida! Aquilo que é natural para o homem não pode ser natural pra mim!

Tiago 4.17: “Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando.”

Colossenses 3.10: “e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou.”

Estamos vivendo um tempo no qual as pessoas desprezam os valores espirituais. Mas você será diferente. Você pode até passar por lutas, mas você não será escravo de nada! O seu destino é a eternidade com Cristo!

O homem espiritual estabelece alianças fundamentais:

1ª Com Deus

2ª Com a família
  
2- Desfrutar da vida que o Senhor nos deu, sem aceitar o roubo de Satanás

João 10.10: “O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.”

O segredo da vida abundante está em Filipenses 4. Precisamos, assim como Paulo, aprender a estar bem em todas as situações. O problema é que as coisas materiais têm muito mais influência do que as questões espirituais.

Nas adversidades, a tendência é mudarmos de comportamento. Precisamos ter consciência de que a coisa mais importante é o nosso nome estar escrito no Livro da Vida! Nossa salvação é o bem mais precioso que temos.

João 16.33: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Filipenses 4.4: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.”

Todos nós, um dia, vamos dormir na terra e acordar em outro lugar. Onde você vai acordar? Será que você vai acordar no céu, levando uma vida carnal na terra? Será que você vai acordar no céu, levando uma vida desconectada com Deus?

Salmo 144.3 e  4: “SENHOR, que é o homem para que dele tomes conhecimento? E o filho do homem, para que o estimes? O homem é como um sopro; os seus dias, como a sombra que passa.”

Não podemos gastar o tempo de vida que o Senhor nos deu, nos contaminando com a podridão do mundo. Não deixe Satanás roubas seus dias! Um dia que você se entrega ao mau humor é um dia perdido. Um dia brigado com sua esposa é um dia perdido!
                                                                                
Salmos 90.10 a 12: “Os dias da nossa vida sobem a setenta anos ou, em havendo vigor, a oitenta; neste caso, o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente, e nós voamos. Quem conhece o poder da tua ira? E a tua cólera, segundo o temor que te é devido?  Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.”

Peça para o Senhor te ensinar a contar os dias. Alegre-se com a vida que Ele te deu. Para todos nós, Deus deu uma quantidade de dias. O dia da nossa morte está determinado pelo Senhor! Satanás quer subtrair nossos dias, quer que percamos tempo com questões e sentimentos improdutivos! Descomplique sua maneira de viver! Não lute mais contra a vontade de Deus!

3) Não abrir mão de uma relação sincera e verdadeira com Deus

Gênesis 3.8: “Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim.”

Deus conhece o teu deitar e o teu levantar! Temos que nos apresentar ao Senhor sem máscaras e sem barreiras! Temos que ter uma relação aberta com Ele!

João 15.15: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.”

Temos que nos relacionar com Deus como Daniel fazia! Em vez de ser somente um crente nominal, você será, verdadeiramente, um homem cheio do Espirito Santo!

Você será como a árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto e prosperará em todos os seus caminhos!