segunda-feira, 27 de maio de 2019

Cuidado com a autossabotagem!


Isaías 11.2: “Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR.”

2 Coríntios 6.12: “Não tendes limites em nós; mas estais limitados em vossos próprios afetos.”

  
Nossa mente é formada por lembranças e informações que recebemos ao longo de nossa história. Podemos concluir que ela é um campo de batalha e que pode se tornar escravizante e limitadora.

As restrições mentais e emocionais que possuímos são oriundas de traumas, fracassos e conceitos errados que adquirimos na nossa infância, por exemplo. Mas podemos nos libertar de tudo isso, tendo a consciência de que nada acontece “contra nós”, mas “para nós”. Nada acontece para a nossa destruição, mas para a nossa evolução! 

As restrições mentais obstruem a criatividade e a agilidade que precisamos para resolver problemas. Impedem-nos de enxergar que, em momentos de crise, também podem surgir grandes oportunidades.

Depende de você ser uma pessoa limitada ou de sucesso, pois é a sua mentalidade que determina seus sentimentos e comportamentos!

O que te impede, muitas vezes, de avançar são os pensamentos que você tem ao próprio respeito. Isso ocorre quando você se enxerga inferior, indigno e incapaz! É quando você não tem perspectivas de futuro! É quando você anula dentro de si todas as possibilidades.

Na Palavra de Deus, há um termo chamado “Metanoia”, que, ao pé da letra, significa: “além da mente”. É o processo de renovação e expansão da nossa capacidade mental! Quem não passa por ele sempre será escravo de um passado que não tem futuro!

Se eu não busco transformação, se eu não busco evolução, se eu não busco renovação, eu fico para trás, não tem jeito! O mundo está em constante evolução. Por isso, precisamos nos atualizar todos os dias e sempre procurar fazer algo novo.

Isaías 54.2: “Alarga o espaço da tua tenda, estende as cordas, reforça as estacas.”

Para passarmos por este processo de expansão, é necessário:

1- Ter uma mente forte que domina emoções


Com o passar dos dias, nossa mente fica sobrecarregada, gerando um grande esgotamento físico.  E esse cansaço somado às situações de pressão resulta também em um grande desgaste emocional. É daí que vem aquela expressão “minha cabeça vai explodir”.

Gálatas 5.22 “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.”

Quando perdemos o domínio de nossas emoções, automaticamente perdemos o controle das situações.

Quando perdemos o domínio mental, agimos de acordo com os nossos impulsos e instintos e, consequentemente, cometemos loucuras. Quando nos damos conta, já é tarde demais.

Antes que você coloque tudo a perder, estabeleça este domínio! Como? Filtrando os seus pensamentos e levando em consideração as consequências.

Existem duas técnicas que podem te ajudar:

- Contar até dez”

É um método infalível! Assim, você ganhará tempo para filtrar as informações que você recebeu e não, simplesmente, reagir de acordo com os seus impulsos ou dominado pelo desespero.

Quem pensa toma decisões sábias e assume o controle. Quem não pensa é manipulado e controlado pelas situações. 

Tiago 1.5: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.”

Ter domínio mental é não ceder às provocações, é manter o foco nos seus objetivos!

-Teste seu entendimento

Quando você estiver no limite das suas emoções, antes de agir ou falar, pense: “Será que é isso o que eu quero transmitir para as pessoas?; “Será que é este o conceito que eu quero que elas tenham de mim?”; “Entregar-me ao desespero vai ajudar ou piorar a situação?”.

Lembre-se de que as piores decisões são as emocionais.

2- Ter uma mente livre para expandir e sonhar!


Provérbios 23.10: “Porque, como imagina em sua alma, assim ele é”

Elimine, diariamente, todo o “lixo mental”. Em vez de alimentar seus medos, alimente sua fé!

Hebreus 11.1: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem.”

Romanos 8.24: “Porque, na esperança, fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera?”

Os “nossos impossíveis” nos impedem de sonhar e, consequentemente, de realizar!

Romanos 7.25: “... graças a deus por Jesus cristo, nosso Senhor. De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de deus, mas, segundo a carne, da lei do pecado.”

Quem é livre mentalmente nunca será escravo fisicamente!

João 8.32: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

Ser livre mentalmente é ter consciência de que não importa de onde você veio e o que pensam ao seu respeito, mas aonde você quer chegar!

Ser livre mentalmente é ter consciência de que as situações não definem quem você é, mas suas escolhas, sim!

Ser livre mentalmente é deixar o passado definitivamente para trás

Uma geração inteira morreu no deserto, pois ainda pensavam como escravos! Eles eram livres fisicamente, mas eram escravos mentalmente!

José do Egito, por outro lado, foi vendido como escravo, mas manteve-se livre mental mente, nunca deixou de sonhar. Por isso, o plano de Deus se cumpriu na vida dele!

Abandone, de uma vez por todas, o papel de vítima e assuma o controle da sua vida!

Lembre-se de que só podemos conquistar o que podemos enxergar! Então, comece, hoje mesmo, a projetar na sua mente as vitórias que você terá!

Gálatas 5.1: “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.”

Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Como destruir crenças limitantes e avançar?



2 Coríntios 10.4 e 5: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo...”

Esses dois versículos são o suficiente para você mudar radicalmente suas percepções e perspectivas.

Nesta passagem, o apóstolo Paulo nos alerta sobre ações que são fruto de crenças limitantes:

Fortalezas: barreiras emocionais intransponíveis.

Sofismas: mentiras propositalmente maquiadas por argumentos verdadeiros, para que possam parecer real.

Altivez: arrogância, intolerância e soberba.

Quando não temos discernimento, acabamos incorporando as informações manipuladas que recebemos e transformando-as em sentimentos tóxicos.

Muitas vezes, sem perceber, deixamos estes sentimentos determinarem nossos comportamentos e, consequentemente, nossa identidade! Assim, tornamo-nos escravos. Mas, hoje, o Senhor quer te libertar de todo o cativeiro emocional, espiritual e mental, para que você possa avançar e ser bem-sucedido em todos os seus caminhos.

Para vivermos o plano que Deus tem para nossas vidas, precisamos quebrar todas as crenças limitantes e fundamentar nossas vidas em crenças libertadoras.

Gálatas 5.1: “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.”

O que são crenças limites? Crenças são convicções, ou seja, é tudo o que assumimos como verdade! É o que determina quantas milhas iremos percorrer... É o que, muitas vezes, também nos leva à autosabotagem!

Partindo deste principio, crenças limitantes nos levam ao negativismo. São crenças que anulam motivações, possibilidades e capacidades.  Em vez de avançar, elas te levam à paralisação e, consequentemente, ao retrocesso, porque tudo está em constante movimento...

Como Paulo nos ensina, os sofismas e as manipulações criam fortalezas mentais, despertando em nós sentimentos destrutivos. 

Mas, afinal, como vencer essas crenças limitantes?


1- Discernindo e driblando as influências externas que podem te tirar do foco

Mateus 16.21 a 23: Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar a seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitado no terceiro dia. E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum te acontecerá. Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.”

Pedro estava querendo influenciar Jesus com um discurso de preservação. As intenções dele eram boas. Mas Jesus deixou claro que nada podia tirá-lo da missão que Deus havia designado para Ele!

Muitas vezes, para não sermos influenciados pelos ambientes e pelas pessoas, precisamos ser radicais, assim como Jesus foi com Pedro.

Muitas vezes, sem perceber acabamos assumindo as características de pessoas que convivem conosco. Em vez de influenciável, seja influenciador!

Não permita que as notícias ruins, a crise econômica e as ameaças afetem sua produtividade.

Lembre-se de que o Senhor é contigo! Em vez de alimentar seus medos, alimente sua fé! Ela é a força interior que você precisa para romper todas as barreiras!

2 Crônicas 32.7 e 8: “Esforçai-vos, e tende bom ânimo; não temais, nem vos espanteis, por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, porque há um maior conosco do que com ele. Com ele está o braço de carne, mas conosco o Senhor nosso Deus, para nos ajudar, e para guerrear por nós. E o povo descansou nas palavras de Ezequias, rei de Judá.”

2- Andando de acordo com o que você já alcançou e rompendo seus limites


Filipenses 3.13 e 16: “Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão. Todavia, andemos de acordo com o que já alcançamos.”

Elimine o conceito de que você nunca poderá alcançar determinado patamar novamente.  Em vez disso, tenha consciência de que você poder ir além!

Nada será como antes, mas quem disse que não pode ser melhor? Os dias ruins nos mostram que somos capazes de superar tudo, e os bons nos dão a esperança de que podemos viver melhores ainda!

Desafie-se, saia do lugar comum e da zona de conforto! Busque ser o seu melhor a cada dia!

Josué 1.1 a 6: “E sucedeu depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel. Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.

Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo. Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei. Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.”

Filipenses 4.13: “Tudo posso naquele que me fortalece!”.

Efésios 3.20: “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós...”

3- Enxergue-se como Deus te enxerga!


Juízes 6.12 a 13: “Então, o Anjo do SENHOR lhe apareceu e lhe disse: O SENHOR é contigo, homem valente. Respondeu-lhe Gideão: Ai, senhor meu! Se o SENHOR é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o SENHOR subir do Egito? Porém, agora, o SENHOR nos desamparou e nos entregou nas mãos dos midianitas.”

Jeremias 29.11: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais.”

Mude sua disposição interior! Em vez de se entregar, reaja contra o que veio para te destruir!

4- Lembrando-se de que nossas palavras têm poder!


Provérbios 18.21: “A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

Em vez de vencer suas crenças limitantes, você as reforça com suas palavras!

Em vez de pontes, por meio de nossas palavras, construímos barreiras intransponíveis!

Lembre-se de que quem tem boas palavras transforma qualquer ambiente.

Salmo 84.5 e 6: “Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva.”

Provérbios 15.1: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.”

5- Em vez de lutas, enxergue oportunidades


Deuteronômio 30.19: “Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência...”

Foi assim que Davi derrubou Golias!


1 Samuel 17.26, 42 a 51: “Então falou Davi aos homens que estavam com ele, dizendo: Que farão àquele homem que matar este filisteu, e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?

E olhando o filisteu, e vendo Davi, o desprezou, porquanto era jovem, ruivo, e de bela aparência. Disse, pois, o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus? E o filisteu amaldiçoou Davi pelos seus deuses. Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e darei a tua carne às aves do céu e às feras do campo. Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos Exércitos de Israel, a quem afrontaste.

Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão, e matar-te-ei, e te tirarei a cabeça, e os corpos do acampamento dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel; E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão. E sucedeu que, levantando-se o filisteu, e indo encontrar-se com Davi, apressou-se Davi, e correu ao combate, para encontrar-se com o filisteu.

E Davi pôs a mão no alforje, e tomou dali uma pedra e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa, e a pedra se lhe encravou na testa, e caiu sobre o seu rosto em terra. Assim, Davi prevaleceu contra o filisteu com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou sem que Davi tivesse uma espada na mão. Pelo que correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus que o seu campeão estava morto, fugiram.”

Serviço:
Prosperity Coaching
Data: às segundas-feiras
Horário: 20 horas
Local: Todas as Igrejas Renascer em Cristo
Endereço da sede internacional: Rua Dr. Almeida Lima, 1.290 – Mooca