terça-feira, 11 de setembro de 2018

Como esperar sem se desesperar?


1 Reis 18.41 a 46: "Então, disse Elias a Acabe: Sobe, como e bebe, porque já se ouve ruído de grande chuva. Subiu Acabe a comer e beber; Elias, porém subiu ao cimo do Carmelo, e, encurvado para a terra, meteu o rosto entre os joelhos, e disse ao seu moço: Sobe e olha para o lado do mar. Ele subiu, olhou e disse: Não há nada! Então, lhe disse Elias: Volta. E assim por sete vezes.

À sétima vez, disse: Eis que se levanta do mar uma nuvem pequena como a palma da mão do homem. Então, disse ele: Sobe e dize a Acabe: Aparelha o teu carro e desce, para que a chuva não te detenha. Dentro em pouco, os céus enegreceram, com nuvens e vento, e caiu grande chuva. Acabe subiu ao carro e foi para Jezreel."

Israel estava passando por um período de seca e escassez. E, em uma atitude de fé, colocando em risco sua própria vida, Elias profetiza para o rei Acabe: "Prepara-te, porque virão chuvas abundantes!".

Era um verdadeiro desafio liberar aquela palavra, porque o tempo estava totalmente aberto, não havia uma nuvem sequer, e a região era desértica.

Mas Elias estava provando quem era o verdadeiro Deus, porque, naquele momento, em Israel, o povo servia a Baal, e Jezabel, esposa de Acabe, dominava tudo.

Imagine, em meio ao deserto, uma palavra como essa? É necessário ter muita fé e saber que o Senhor é o Deus dos impossíveis.

E o que aconteceu? As chuvas não vieram no tempo que Elias idealizou, ou seja, ele tinha mais um desafio: enfrentar o tempo da espera. É exatamente sobre isso que eu quero falar pra vocês.

Para passar pelo tempo da espera, sem ser dominado pelo desespero:

Em primeiro lugar, é necessário vencer a ansiedade.

A palavra estava liberada, a situação era irreversível, e Acabe só estava esperando uma oportunidade para matar Elias, que mandou, por várias vezes, seu ajudante caminhar em direção ao mar e olhar para o céu! Mas não havia nenhum sinal de chuva!

E agora? Como é que fica o profeta? Em Mateus 5, Jesus fala: “Qual de vós, que por ansioso estejas, pode acrescentar um milímetro ao curso de sua vida?”.

A ansiedade não vai acelerar o processo! Mas ela te consome, de tal forma, que você não consegue se concentrar em mais nada! E as dúvidas surgem: Será que vai chover mesmo? Essa palavra veio de Deus ou foi fruto de uma empolgação?

No período da espera, Satanás vem roubar nossa esperança. Mas, antes de dar ouvidos a ele, não se esqueça do que está escrito em Mateus 8.44: Satanás é o pai da mentira!

Hoje, de uma vez por todas, você vai vencer a ansiedade! Mas como, Apóstolo? Com atitudes! Ninguém vence nada prostrado!

Elias disse ao seu ajudante: “Vai e volta, quantas vezes forem necessárias!”.

Eu venço a ansiedade quando creio que Deus enviará o livramento!

Em segundo lugar, não ligue para as provocações.

Em Isaias 61, está escrito que toda a boca que se levantar contra nós cairá em juízo. Agora, imagine a situação de Elias, sendo caçoado e provocado constantemente pelos servos de Acabe e pelo povo que servia a Baal.

Mesmo com todas as evidências contrárias, Elias não mudou! Em Salmo 112, está escrito que o justo tem o seu coração firmado e não teme más notícias.

Ainda que existam pessoas que se levantem contra você, colocando em cheque sua fé, você vai se manterá inabalável.

Toda a boca que se levantar, Deus a condenará em juízo. Sabe como? Liberando o seu milagre! Em Joel 2, está escrito que o povo do Senhor jamais será envergonhado.

No espírito de Elias, em vez de dor e abatimento, já havia o som das chuvas!

Em terceiro lugar, persevere!

Elias persistiu em enviar seu ajudante para averiguar algum sinal de chuva! Creia no que está escrito em Hebreus 10.35: "não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande garladão.".

Nós não somos aqueles que retrocedem, mas que, pela nossa perseverança, alcançamos a promessa!

Eu te perguntou: Você está perseverando ou já entregou os pontos?

Não retroceda! Persevere, porque Deus manifestará o Seu sinal. 

Na sétima ida do ajudante, no fundo do mar, apareceu uma nuvem do tamanho da palma da mão de um homem. Eu acredito que ela representava a mão de Deus, estendida para justificar, confirmar e trazer o milagre!

A Palavra que sai do Senhor não volta vazia, mas prospera naquilo que Ele designou!

Hoje, eu quero profetizar sobre sua vida: As chuvas abundantes do Senhor virão! A tua espera será recompensada! A tua espera será justificada! A tua espera será honrada! Porque você não esperou na carne, mas em Deus!

Em nome de Jesus, na sétima tentativa, haverá celebração, provisão, livramento, e você será justificado diante dos homens!

Vença o tempo da espera, aguarde o intervalo da sua benção, porque aquele que começou a boa é fiel para concretizá-la!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.