quinta-feira, 11 de outubro de 2018

O que fazer nos momentos de confusão?


2 Coríntios 2.4 a 11: “É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus. Porque, assim como os sofrimentos de Cristo se manifestam em grande medida a nosso favor, assim também a nossa consolação transborda por meio de Cristo. Mas, se somos atribulados, é para o vosso conforto e salvação; se somos confortados, é também para o vosso conforto, o qual se torna eficaz, suportando vós com paciência os mesmos sofrimentos que nós também padecemos.

A nossa esperança a respeito de vós está firme, sabendo que, como sois participantes dos sofrimentos, assim o sereis da consolação. Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de desesperarmos até da própria vida. Contudo, já em nós mesmos, tivemos a sentença de morte, para que não confiemos em nós, e sim no Deus que ressuscita os mortos; o qual nos livrou e livrará de tão grande morte; em quem temos esperado que ainda continuará a livrar-nos, ajudando-nos também vós, com as vossas orações a nosso favor, para que, por muitos, sejam dadas graças a nosso respeito, pelo benefício que nos foi concedido por meio de muitos.”

Nesta passagem, o apóstolo Paulo relata algumas situações de desentendimento que estavam acontecendo na igreja de Corinto.

Ele fala:

Em primeiro lugar, sobre escrever em meio aos sofrimentos

Ele estava sendo perseguindo e era constantemente afrontado.

Quando passamos por situações difíceis, Satanás usa pessoas para colocar o dedo na ferida!

Como eu resisto? Quando eu tenho em mim o poder restaurador do Espirito Santo!

Em segundo lugar, sobre a importância do perdão

O perdão é uma liberação espiritual. A origem do perdão é o amor. O perdão faz com que você reconheça o erro que você cometeu e faz com que você deseje o bem para a pessoa que te fez mal.

Precisamos limpar os nossos corações das mágoas, das tristezas e do ódio. Precisamos vencer as imaturidades!

Em terceiro lugar, sobre os desígnios de Satanás, deixando claro que ele não pode ter vantagem sobre nós

Quando eu ignoro os desígnios de Satanás, me transformo em um “alienado na fé”. Precisamos entender que nossa luta não é contra a carne, mas contra principados, potestades e dominadores!

Não deixe Satanás obter vantagem sobre seu casamento, sobre sua casa, sobre sua vida profissional e sobre seu ministério.

Romanos 16.20: “E o Deus da paz, em breve, esmagará debaixo dos vossos pés a Satanás. A graça de nosso Senhor Jesus seja convosco.”

Eu quero finalizar a Palavra do Dia de hoje, deixando alguns conselhos:

Procure a pessoa que te magoou e reconcilie-se com ela!

Se você está afastado dos caminhos do Senhor, volte!

A coisa mais maravilhosa em Cristo é que Ele sempre nos perdoa e nos aceita de volta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.