segunda-feira, 30 de abril de 2018

4 características que tornaram Josué um líder conquistador


Liderar consiste em conduzir pessoas a alcançar, com bom êxito, os resultados planejados. Quem possui esta habilidade, com certeza, tem grandes chances de se destacar nos contextos pessoal e profissional.

Pesquisas mostram que esta capacidade pode ser tanto um dom natural quanto uma competência, que pode ser desenvolvida ao longo da vida.

Existem vários tipos de teorias e de modelos de liderança. De acordo com os pesquisadores, os desafios mais comuns de um líder são:

1. Lidar com pessoas difíceis


Sempre existirão pessoas na sua equipe ou empresa que vão dificultar o seu trabalho. É preciso aprender a lidar com elas e, ao mesmo tempo, adquirir habilidades comunicativas para informar o problema sem causar novos dilemas.

2. Lidar com a pressão


Quando você assume uma posição de liderança, a pressão se torna cada vez maior. A habilidade de aceitar e se livrar de um pouco dessa pressão é o segredo para não se sentir sobrecarregado.

3. Ser transmissor de más notícias


As pessoas da sua equipe vão esperar que as notícias ruins venham de você, e não de terceiros. Você deve ser capaz de dar essas notícias sem drama e de forma clara para conseguir fazer sua equipe manter a motivação.

4. Ser respeitado


Esse é um grande desafio para todos os líderes. Afinal, como ser respeitado sem fazer com que a sua equipe se sinta intimidada? É preciso criar uma atmosfera de confiança e transparência para que os funcionários que trabalham com você se sintam incentivados a seguir sua liderança.

Na contramão do mundo!

Em uma de suas palestras, Apóstolo Estevam Hernandes abordou os conflitos internos e externos enfrentados por Josué, quando ele descobriu que daria sequência à liderança de Moisés. Confira, a seguir, a ministração:

Josué 1.1 a 7: “Sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que este falou a Josué, filho de Num, servidor de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; dispõe-te, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel. Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu prometi a Moisés. Desde o deserto e o Líbano até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus e até ao mar Grande para o poente do sol será o vosso limite.

Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.”


Esta é a palavra do Senhor direcionada a Josué. Ele estava em um momento de transição e, ainda por cima, teria que enfrentar situações difíceis sem o seu maior apoio, que era Moisés.

Moisés foi um grande e respeitado líder, mas passou por uma série de situações desgastantes, que o deixaram sem condições de continuar naquela jornada rumo à terra prometida. Ele, então, morre, mas deixa Josué como sucessor.

Josué, diante daquele novo desafio, enfrenta um conflito interior e entra na “fase da insegurança”. Nós, muitas vezes, somos roubados porque ficamos nesta fase. Na “zona da insegurança”, deixamos de acreditar no nosso potencial, deixamos de acreditar que Deus nos enviou, e deixamos de acreditar que haverá bom futuro.

Talvez, ao olhar esta provação, você pense: “Eu não estou preparado!”. Isso ocorre quando você coloca suas deformações no lugar da bênção. Enxergue, com os olhos da fé, e caminhe de acordo com o direcionamento do Senhor.

Deus havia corrigido a rota de Josué, assim como está fazendo conosco. Confie porque, se Ele te chamou, é Ele quem vai te capacitar.

Josué precisava vencer seus medos para superar aquela crise! As opções que ele tinha eram: vencer ou morrer no deserto! Era um momento de extrema pressão, porque o povo estava desorientado. Mas Deus, em todo o tempo, estava com ele.

Hoje, eu quero destacar quatro marcas que Josué adquiriu para superar aquele deserto:

1ª) Força


2ª) Coragem


3ª) Estrutura


4ª) Equilíbrio


Essas características vão determinar a sua vitória neste momento estratégico e de extrema pressão.

Se você der espaço ao medo, ele vai te paralisar, porque o medo produz tormento.

Se você der espaço à fraqueza, ela te levará à falência.

Seja forte e tenha coragem, porque o Senhor não te deu espírito de covardia, mas de ousadia!

Através das suas atitudes, o Senhor prosperará os seus caminhos.

É tempo de avançar!

Dê um upgrade na sua carreira

Todas as segundas-feiras, a partir das 20 horas, a Igreja Renascer realiza as reuniões da AREPE (Associação de Renascer de Empresários e Profissionais Evangélicos).

O culto é direcionado para empresários, profissionais liberais e para pessoas que precisam de restauração e um direcionamento na área profissional.

No Renascer Hall, sede internacional da Renascer em Cristo, em São Paulo, as palestras são ministradas pelo Apóstolo Estevam Hernandes.



Redação iGospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.