quarta-feira, 14 de março de 2018

Um homem de aliança tem consciência de que a vitória está no preparo!



1 Samuel 18.8 a 14: “Então, Saul se indignou muito, pois estas palavras lhe desagradaram em extremo; e disse: Dez milhares deram elas a Davi, e a mim somente milhares; na verdade, que lhe falta, senão o reino? Daquele dia em diante, Saul não via a Davi com bons olhos.

No dia seguinte, um espírito maligno, da parte de Deus, se apossou de Saul, que teve uma crise de raiva em casa; e Davi, como nos outros dias, dedilhava a harpa; Saul, porém, trazia na mão uma lança, arrojou, dizendo: Encravarei a Davi na parede. Porém Davi se desviou dele por duas vezes.

Saul temia a Davi, porque o SENHOR era com este e se tinha retirado de Saul. Pelo que Saul o afastou de si e o pôs por chefe de mil; ele fazia saídas e entradas militares diante do povo. Davi lograva bom êxito em todos os seus empreendimentos, pois o SENHOR era com ele.”

Todos nós temos uma eleição. As nossas escolhas determinam a nossa constituição humana, mas a nossa constituição espiritual é determinada por Deus. Desde o ventre de nossas mães, o Senhor já tinha um plano para nós. O inimigo vai tentar de tudo para que os propósitos d'Ele não se cumpram em nossas vidas.

Davi fora ungido rei, mas ele não era rei! Ele não tinha ainda tomado posse desta posição. Ele estava eleito, mas não era constituído. O grande desafio dele era a transição entre a eleição e a constituição! Saul queria a todo o custo matá-lo, porque o inimigo não aceita o sucesso do plano de Deus.

Saul, tomado pela inveja, inicia uma perseguição insana contra a vida de Davi; foi uma verdadeira guerra! Precisamos nos preparar para vencer todas as batalhas! Você terá conquistas, mas isso não significa que a guerra tenha acabado! Precisamos sempre vigiar.

Precisamos também ter consciência de que ser um homem de aliança, a exemplo de Davi, é ter um compromisso com os propósitos de Deus.

Não podemos desprezar as sutilezas de Satanás. As suas vitórias precisam ser maiores no mundo invisível do que no mundo visível. Como homens eleitos, precisamos aprender, a exemplo de Davi, a nos desviar das setas de Saul, porque origem das vitórias está no preparo.

As setas do inimigo:
  
1- São lançadas contra a nossa santidade em relação a Deus

1 Pedro 1.16: “...porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.”

Salmo 24: “Ao SENHOR pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam. Fundou-a ele sobre os mares e sobre as correntes a estabeleceu. Quem subirá ao monte do SENHOR? Quem há de permanecer no seu santo lugar? O que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à falsidade, nem jura dolosamente.

Este obterá do SENHOR a bênção e a justiça do Deus da sua salvação. Tal é a geração dos que o buscam, dos que buscam a face do Deus de Jacó. Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó portais eternos, para que entre o Rei da Glória. Quem é o Rei da Glória? O SENHOR, forte e poderoso, o SENHOR, poderoso nas batalhas.
Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó portais eternos, para que entre o Rei da Glória. Quem é esse Rei da Glória? O SENHOR dos Exércitos, ele é o Rei da Glória.”

A santidade é um modo de vida! O que a Bíblia nos ensina? Que santidade é ter limpeza interior, sem se preocupar com o exterior. Por quê? Porque o nosso exterior reflete o que há dentro de nós! Ser santo é ter uma relação honesta com Deus, é ter um coração puro. Ser santo é ser responsável, é ser maduro, é reconhecer seus erros e falhas e buscar limpeza, libertação e transformação diante de Deus. Quanto mais eu me aproximo do Senhor, mais distante eu fico do pecado!

2- São lançadas contra a nossa condição sacerdotal

Por uma constituição espiritual, somos sacerdotes de nossos lares, mas, muitas vezes, abrimos mão desta posição por uma série de fatores e conveniências. A nossa omissão e a nossa falta de espiritualidade afetam, de forma negativa, nossa família! Ser sacerdote é interceder com a esposa pela família e ensinar a Palavra de Deus aos filhos! Ser sacerdote não é ser autoritário, é ser uma cobertura para a família, é ter responsabilidade, é ser um referencial, é transmitir segurança...

Na Bíblia, a nossa posição no lar é comparada à posição de Cristo na Igreja! A exemplo de Cristo, você precisa ser o sacerdote da sua casa. A exemplo de Cristo, você precisa ser o advogado da sua casa. A exemplo de Cristo, você precisa ser o intercessor da sua casa!

3- São lançadas contra o nosso futuro

Provérbios 23.18: “Porque deveras haverá bom futuro; não será frustrada a tua esperança.”

Davi se desviou por duas vezes. Mas houve uma seta que Saul não lançou. Essas duas setas que eu citei anteriormente podem ser lançadas por homens, mas existe uma seta que nenhum homem pode lançar contra nós, que é a seta contra o nosso futuro! Essa seta é lançada por Satanás, porque ele sabe que você tem um futuro preparado por Deus.

O problema é que as pessoas agem sem pensar no futuro! Não estudam, desprezam oportunidades, não cuidam da saúde, não se dedicam à família como deviam, não pagam um preço pela reconciliação, não perdoam, desprezam valores espirituais e vivem como se Deus não existisse. Sansão tinha um reinado glorioso, mas sua obsessão em aniquilar Davi matou o seu futuro e, consequentemente, o futuro de seus filhos.

Davi começou semeando. Por isso, Deus o abençoou! Em cada etapa antes de chegar ao trono, o plano do inimigo contra Davi foi frustrado! Aonde Davi, ia Deus lhe dava vitória! Hoje, você vai aprender a plantar o seu futuro, sabendo que o Senhor tem para você planos superiores! Davi se tornou o que Deus desejou! Você também se tornará o que Ele desejou! Você é eleito e constituído.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.