sexta-feira, 27 de abril de 2018

Por que o apóstolo Paulo nunca desistiu?


2 Coríntios 4.16 a 18: “Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.”

O que o apóstolo Paulo descreve nesta passagem não é fruto de uma teoria, mas de experiências pessoais, verdadeiras e profundas. Ele enfrentou situações de abandono, solidão, perseguição e de enfermidades. Mas, mesmo assim, manteve sua fé inabalável.  

Nesta passagem, especificamente, ele nos mostra: 

Em primeiro lugar: O motivo de ele nunca ter desanimado 

Paulo não era um super-homem. Ele era uma pessoa comum. Mas ele sabia que, mesmo sofrendo na carne, o seu homem interior se renovava todos os dias, no Senhor. Ele tinha a chama da esperança viva dentro de si.  

A exemplo dele, não desanime. Não entregue os pontos! Não fique limitado às previsões humanas, porque a última palavra é sempre do Senhor, nosso Deus.  

O Senhor disse para Josué 1 algo que devemos transferir para a nós: “Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares!”

Sabe, uma das coisas que eu sempre paro para pensar é que Deus, em Juízes 6, não chamou Gideão pelas deformações que ele tinha, mas o chamou de acordo com a constituição que Ele havia dado a ele. Gideão estava acabado, destruído e com muito medo. Mas o Senhor disse:  “Homem valente, Eu sou contigo!”.  

Independente do que você esteja passando, no Senhor, você é valente, e Ele é contigo! 

Sabe por que eu nunca desanimo? Porque eu estou firmado em um Deus poderoso. Eu sei que Ele pode todas as coisas. Dentro de mim, há o poder da vida, e vida abundante. Eu estou firmado na Palavra do Senhor.  

Em segundo lugar, que nós precisamos entender e confiar no ciclo de Deus 

Paulo fala que a nossa leve e momentânea tribulação produz um grande peso de glória! 

Como tonar as nossas tribulações leves? Lançando nossa ansiedade sobre Jesus.  

1 Pedro 5.7: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós.”
Se você acumular o peso destas situações que têm te afligido, você não vai suportar, mas, se você lançá-lo sobre Jesus Cristo e tomar o jugo d’Ele, que é suave, e o fardo d’Ele, que é leve, então, você, com certeza, sairá destas lutas vitorioso!  Outro detalhe importante: a tribulação é momentânea! Ela está acontecendo agora, mas não acontecerá para sempre! Tem dia e hora para acabar!  

Em terceiro lugar, que nós devemos olhar para o lugar certo! 

Você está olhando para quem e para onde? Para seu vizinho que te humilha? Para as pessoas que te traíram? Para aquele chefe que foi injusto com você? Então, você está olhando para o que é temporário! Toda a criação de Deus é temporária! Mas as coisas que não se veem são eternas.  

Começa a focar no que é eterno, como, por exemplo, sua salvação! Você é eleito, ungido e tem, pela frente, a eternidade com Cristo.  

Você não é uma alma vivente, que veio, vai morrer e vai reencarnar para sofrer de novo!  

Hebreus 9.27: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo...”.

Comece a focar na sua vida espiritual, comece a olhar para os valores da Palavra!  

Não desista da sua família, não desista do seu casamento, não desista do seu ministério e não desista dos seus sonhos! Ande de cabeça erguida, porque o Senhor já te deu condições para avançar. Ele abrirá caminhos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.